domingo, 29 de dezembro de 2013

  Primeiramente, não desistam da leitura. Vou criticar o drama positiva e negativamente. Pretendo analisar os aspectos que me deixaram feliz e infeliz. Isso é uma forma dramática de dizer que gostei de algumas coisas e de outras não. "Segundamente", The Heirs foi o drama que mais relutei para assistir na minha vida. Achava que nunca iria assistir. Precisou do empurrãozinho de minha mãe. E precisou que todos os dramas que eu gostaria de ver estivessem ainda sendo traduzidos. Escolhi The Heirs como um "passa tempo" (não mentirei para vocês, leitores!). Bom, acabou que eu ter conseguido passar do episódio 4 significou muito. Significou que o drama era continuável. Estou sendo muito dramática. O drama não é ruim. Ele só não é fabulosamente fantástico inesquecível e melhor do ano como muitos estão alegando por aí. Vamos aprender a separar as coisas e reconhecer o que realmente há pra se reconhecer. Tem aspectos bem bacanas em The Heirs. E confesso que os personagens secundários tiveram, aos meus olhos, um brilho todo, mas todo especial mesmo. 


 Como muitos sabem, reluto para assistir um drama colegial. Aiiigo, definitivamente a temática não me agrada. BBF foi o único drama colegial que me prendeu do começo ao fim e eu amei. Estou vendo um grande erro por aí a fora. As pessoas estão comparando BBF com The Heirs. Gente, os dramas são totalmente diferentes, digo TOTALMENTE diferentes. Tá, existem ricos e pobres, ok. Existe a moça pobre e o homem rico, mais uma vez ok.  Mas o tipo de abordagem é totalmente diferente. Aqui a gente visualiza o drama dos herdeiros...como o próprio nome já sugere. E neste drama a gente enxerga como jovens da mesma faixa etária, 18 anos, encaram a pressão de terem nascido em berços de ouro. Quem acha que essa vida é fácil e totalmente fácil...Bom, é fácil porque se tem muito dinheiro. Mas de que adianta se a felicidade é tão distante e quase inalcançável diante de interesses políticos, diante da disputa por ações e poder que sempre estão em primeiro lugar?! Como será que esses jovens se sentem diante das escolhas que são obrigados a fazer? Pegando exemplos de nossa vida, a gente sempre vê jovens que tem tudo na vida envolvidos com drogas...e a gente sempre comenta: "olha aí, eles tem tudo e ainda entram no mundo das drogas!". Bom, eu diria que The Heirs vem mostrar esse lado dos herdeiros de uma certa forma boa (podia ser mais pancadão e mais impactante, sabe? Ainda tem uma certa fantasia). É cada uma que eles tem que passar. É isso que leva a todo tipo de expressão (entenda-se por maneira de agir e pensar) de acordo com a personalidade de cada um e circunstâncias familiares, pessoais, etc que esses jovens vivem. 


  Sinopse: "The Heirs" conta a trajetória de privilegiados estudantes de elite,e como são preparados para assumir os impérios empresariais de suas famílias. Esses ricos estudantes parecem ter tudo sob controle,exceto suas vidas amorosas. Kim Tan é o herdeiro do Grupo Jeguk enviado para estudar nos EUA, mas na realidade é uma forma de exílio, um esquema de seu meio-irmão mais velho que quer assumir os negócios da família. Nos Estados Unidos, Kim Tan conhece Cha Eun Sang que chegou da Coréia em busca da sua irmã mais velha. Ele se sente atraído por ela, sem saber que ela é filha da governanta da sua casa. Quando sua noiva Ra Ae chega para levá-lo de volta á Coréia, o seu coração fica dividido entre o amor e o dever. Enquanto isso Young Do, o meio-irmão de Ra Ae se apaixona por Eun Sang. Quem disse que ser um estudante rico e bonito seria fácil?
  Claro que tive personagens super queridos no decorrer da história. Vou comentar a respeito deles de acordo com a minha ordem de preferência! Mas já adianto que deixarei, obrigatoriamente, por último o casal principal. Haha


Chan-Young e Lee Bo-Na: para mim, o casal mais fofo ever! Iria achar o máximo se isso se concretizasse na vida real. Chan Yong possuía a doçura e a meiguice necessárias para tolerar uma pessoa tão geniosa e com uma personalidade tão forte como a da Bo Na. E acabou que foi a combinação mais perfeita de todo o drama. <3'A forma como ele sabia lidar com ela, o jeito como a conhecia profundamente e aqueles olhinhos tão pequenos dizendo que a Bo Na era fofa me ganharam. E o que dizer da Bo Na...bom, me vi totalmente nela. haha. Chata e ciumenta, mas escondendo um grande coração. Para mim, não houve combinação mais perfeita em todo o drama. As cenas mais fofas, mais engraçadas, mais apaixonantes...foram protagonizadas por esses dois.! O casal mais fofo do ano todo.

Kim Won e Yoon Jae-Ho: Porque casais não são somente homem e mulher. Esse casal foi show. Adorei, sim, simplesmente adorei a relação de amor e ódio desses dois. Quer dizer, isso em relação principalmente ao Kim Won, porque o secretário Yoon definitivamente não se importava....ele era muito honesto e o melhor pai ever dessa história. Definitivamente o casal com mais química no drama todo (risos). Eles precisam se entender, afinal, ambos eram peças fundamentais dentro da empresa, mas Won tinha horas que não fazia questão de se entender com ninguém. De qualquer forma, ele acabou se apaixonando pelo secretário chefe...não tem pra onde correr! Esse não me engana de jeito nenhum. (risos) Brincadeiras a parte, devo dizer que fiquei encantada com a forma que essa amizade surgiu e cresceu.

Kim Won e Kim Tan: irmãos...quem nunca teve briguinhas chatas com seus irmãos que atire a primeira pedra! Bom, a relação desses dois era de fato complicada. Difícil de entender. Realmente difícil de compreender a posição de Won. Meu coração tentou a todo custo compreendê-lo. E quanto mais eu analisava, mais eu queria abraçá-lo e dizer: "vem cá neném, que coisa fofa!"Acredito que a ausência de uma figura de mãe mesmo, mãezona no caso...foi fundamental para todo o desenvolvimento desse comportamento arisco de Won em relação ao seu irmão. Bom, Kim Tan, coitado, que culpa tinha..ninguém tem culpa de ter nascido. Ele buscou e amou o seu irmão incondicionalmente. Por fim, este último foi de fundamental importância para sua redenção...claro, Won sempre amou o irmão mais novo...ele só se fazia de difícil digamos assim. <3'


Kim Won e Jeon Hyun-Joo: Porque todo drama do mundo é pouco. Gente, Kim Won realmente possuía um relacionamento sério com a empresa...e queria que a pobrezinha da Hyun-Joo fosse a amante (risos). Ele não teve a coragem que o Kim Tan teve pra segurar a mão dela e dizer: "Seja minha e eu serei seu!" (misturando os dramas pra dar um ar de graça huahauahauahua ~~ Lembram de Gu Family Book, não é?). Atavismo é de fato um negócio sério. É quase impossível quebrar essa magia do mal que a família carregava como cruz...a história se repetia e eles mal se deram conta. Se os irmão fossem mais unidos, e não foi por falta de procura do Tan, talvez eles tivessem unido forças para lutar com o lado sombrio da força e viver seus amores a mais tempo. Só que vai querer entender família..pense num negócio complicado. Não adianta tentar resolver os babados individualmente, afinal, o Chanceler Palpatine era macaco velho! Esses dois me deram tanto aperto no coração, mas tanto. Senti, por vezes, que Won admirava e  visualizava em Tan a coragem que ele não teve para atravessar todas as portas possíveis e inimagináveis para garantir a sua felicidade ao lado da garota que ele sempre amou. de qualquer modo, estou chateada pela pouca exploração no que diz respeito a esses dois. Os momentos em que eles e encontravam eram tão marcantes, mas foram tão poucos. De fato, aquilo que mais marcou...foi o que mais eles deixaram para lá. :/


Yoon Jae-Ho e Esther Lee: Outro casal que amei de paixão. O drama foca pouquíssimo no tipo de relação que os dois tem, porém ele te dá pistas suficiente para inferir que mais uma vez a riqueza falou mais alto. Ou seja, eles nunca se casariam ou ficariam juntos desde o princípio. Infelizmente. Eles tinham uma química e tanto; uma tensão sexual inegável ao encontro. O interessante em The Heirs é que você poderia pegar qualquer personagem secundário e tentar fazer uma história só pra eles. <3' Ain, o tio secretário era um sonho...sério!

Park Hee-Nam e Madame Han: Como eu disse anteriormente, não podemos falar de casais somente no que se refere a homem e mulher. u.u E esse casal em particular foi feito uma pra outra! HaHa. Madame Han com aquele comportamento infantil e tudo, mas só havia uma pessoa que realmente entendia seus sentimentos...uma pessoa capaz de chantageá-la em todas as circunstâncias...a mãe da Eun Sang.! A relação dessas duas foi épica. E nossa, que personagem esse da mãe da Eun Sang, viu! Muito difícil de ser feito. Mas foi incrível o poder de passar tudo que ela tinha pra passar sem dizer uma única palavra! Sua expressão já abstava, que atriz! <3'

Lee Hyo-Shin: personagem que eu tive uma extra pena. O garoto era bom, bonito e inteligente. Mas a mãe dele era louca. Tão louca que o kim tan recusou ir dormir na casa dele u.u Pessoas extremas causam medos extremos. E diante de tanta pressão familiar relacionada aos seus estudos, o carinha tentou até suicídio. Mas ainda assim ele ficou um pouco esquecido. Na minha humilde opinião deveriam ter mostrado mais sobre a história dele. Bom, é isso que eu acho interessante em The Heirs...ao assistir o drama, você percebe como cada adolescente tem uma própria maneira de tratar das suas crises existenciais. Cada um se expressa como acha que deve e claro, de acordo com as pressões internas e personalidade. Bom, essa Hyun-Joo era cobiçada por quase todas os homens do drama (exagero meu!). E mais uma vez...Bom, vocês entendem...

Kim Nam-Yoon: O rei do império do mal. O macaco velho. A representação do lado sombrio da força. A maior causa da infelicidade de ambos os filhos. O velho sozinho detonava os dois filhos e isso era engraçado, porque ele tinha o conhecimento de uma vida de negócios pra fazer isso e muito mais.Mas poxa, será que ele não podia confiar um pouco mais nos filhos? Para que conquistar mais galáxias quando você já tem o domínio de 95% delas. u.u' Enfim, prefiro fazer parte da plebe mesmo...é muito mais fácil a vida.  E é isso que a Eun Sang percebe..ela amadurece a idéia de que não devia nunca ter invejado este tipo de vida.

Young-Do: Personagem que eu pouco gostei e que cujo o ator se esforçou mais para querer passar os sentimentos pro público. Bom, Yong Do era um vítima, uma grande vitima de seu berço. Um cara de 18 (que parecia ter repetido o segundo ano pelo menos 6 vezes - coreanos, por favor, stop now) anos que precisava chamar a atenção para expressar sua raiva. O pai dele era o maior ordinário dessa história toda. Este último, de fato, o pior pai das galáxias do universo todo (que exagero!). Enfim, eu não fui capaz de culpar o Yong Do pela sua falta de educação e jeito imbecil de ser. Essa era a forma que ele arranjou de se expressar diante de seus conflitos familiares...diga-se de passagem bem tensos. Muita gente simpatizou com ele e eu não entendo. Minto, talvez por ele ter sido o bad boy da história e o mal compreendido, e etc, etc etc. (minha simpatia só veio do episódio 17 em diante.. quando ele começou a amadurecer de fato, e o primeiro amor faz isso). Aos 40 do segundo tempo, ele conseguiu a sua redenção. Devo adimitir também que ele tinha as melhores frases, as mais realistas no caso. O medo, a vergonha, a raiva nos faz ter de fato atitudes extremas e avassaladoras. Como eu já disse, não o culpo de ter sido assim. Mas o Kim Tan era o garotinho bom *o* que se eu fosse escolher para casar, seria ele sem sombra de dúvidas, porque eu adoro garotos bons e comportados. My Personal taste, meus caros.



Rachel Yoo: Personagem tipicamente rica e mimada que me lembrou de fato a Blair no seu início em Gossip Girl, só faltou a tiara. (Depois, Blair se tornou a queridinha do Upper East Side, mas isso não chegou a acontecer com a Rachel). Bom, essa era outra que tinha que lidar com sua mãe, cujo o principal objetivo era fortalecer o seu império. Mais uma vez, os filhos pagam pelos pais. E... mais uma vez, atitudes ridículas associadas a comportamentos idiotas se manifestam como uma força de expressão de seus sentimentos e sua incapacidade de controlar sua raiva. Claro que ela faria os mais pobres pagarem. Só me incomodou a mesma expressão que ela tinha o tempo inteiro. Mas, suponhamos que tenha sido proposital. A sensação que eu tive é que deixaram esta personagem MUITAS, mas muitas vezes de lado...os sentimentos dela foram pouco explorados.


Jo Myung-Soo : Alguém tem que ser responsável pela comédia quando o clima está TENSO! Myung Soo só me fez pensar em incensos (risos ~~ piada idiota porque ele fez Nine~~). Bom, ele era o único que realmente parecia um colegial....E mais do que isso, ele era tão fofo que eu tinha uma vontade enorme de apertar. Principalmente quando ele soltava digamos...a franga! Ele também expressava sua 'revolta' como podia.
Kim Tan não tinha a menor noção do perigo. Ele achava que ele e somente ele era suficiente pra proteger Eun Sang, achava que somente ele estava se arriscando em viver aquele amor, mas pera lá Kim Tan...você não ia deixar de ser herdeiro se não pudesse ficar com a mocinha. Você ia continuar sendo rico, tendo 23132065165 de ações. Para ele era muito fácil se arriscar. Mas ele não via o lado dela. A filha da empregada. tendo a mãe naquelas condições que tipo de vida elas poderiam levar expulsas daquela casa?! Para mim, esse foi o pior aspecto em Kim Tan. Jovens... De qualquer forma, o que mais odiei nele, foi a sua maior virtude e o que fez dele diferente do irmão. Sim, ele teve a coragem pra arriscar tudo pelo amor...a coragem que faltou no irmão dele. Tirando isso, eu gostei demais do personagem dele. Nada de bad boy, nada de implicar, nada de chamar a atenção... ele foi ele mesmo o tempo todo, mostrou a sua verdade o drama inteiro. Ele não precisava fingir, ou ser bruto, ou descontar sua raiva de outras formas...eu diria que ele foi o que mais soube lidar com o 'berço', se caracterizando como o mais sensato. Achei isso bastante surpreendente, porque geralmente o personagem principal é como o Yong Do e não como o Kim Tan. De qualquer forma, ele teve seu ataque de fúria aos 45 do segundo tempo, para não deixar passar em branco a adolescência. Lee Minho cumpriu a sua missão de fato, e em certos momentos, eu percebi o toque 'lee minho' na personagem. Acho que ele teve uma certa liberdade pra fazer isso. E eu apoio essa idéia.. Eu também acho que esse cabelo desfavorece qualquer expressão...limita nossa visão das sobrancelhas e linhas de expressão. Ah, outra pequena obervação seria: ele tá muito, mas muito gato nesse drama, omg *o*
Eun Sang: Shin Hye vem apresentando ao longo de sua carreira um mesmo tipo de expressão de choro e isso cansa. se bem que eu nem achei que ela chorou rios e rios como falaram. Desculpem-me os fãs dela, mas é verdade. Não é recalque, pelo amor de Deus, não preciso disso '-'. Ela é bonita? Sim. Ela canta bem? Sim. Ela tem belas pernas? Com certeza. Ela dança bem? Absolutamente. Ela atua bem?! Ereeerrr...Para mim, que não sou sua fã, eu apenas a vejo como uma atriz que faz escolhas ruins e não é versátil. :/ Você acaba por não ver surpresas...É somente aquilo que você já esperava. É como o DEUSO Siwon. Poxa cara, ele sempre faz a mesma coisa. Claro, você acaba vendo só por ele, mas como é que eu sei se ele é capaz de fazer algo diferente? Como se eu nunca vi? Dessa forma, eu não posso julgá-la nem como boa nem como má atriz. Eu acredito que os coreanos não querem deixar esse ar de pureza se extinguir dela, quando na verdade eles tem um falso pudor de dar dó. Deixem a menina mostrar a Miley Cyrus que tem dentro dela. Eu torço é pra que quebre minha cara um dia com uma grande e fabulosa interpretação sua, mas até que esse dia chegue vou continuar achando a mesma coisa. Espero que não fiquem com raiva de minha opinião, porque da mesma forma que a expressei, e a estou expressando respeitosamente diga-se de passagem, vocês poderão estar expressando a de vocês.  No começo, eu achei que ela poderia ter feito da personagem Eun Sang mais forte..ela deveria ter se entregado mais, ter passado mais verdade, ser mais espontânea. Bom, a meu ver, isso não aconteceu. Mas, entre os episódios 10 e 15, diga-se de passagem os melhores episódios de sua atuação e melhores episódios da atitude da personagem, ela me surpreendeu um pouco. Percebidamente, me vi com sentimentos antagônicos em relação à sua atuação. O que eu percebi foi que a química melhorou e ela evoluiu no decorrer do drama. Não me senti tão enfadada com suas expressões. Acabei por concluir que esse personagem fez bem para ela por ser de longe o mais "diferente" que ela fez. Afinal, Eun Sang tinha personalidade. Falando de outros pontos positivos da personagem, eu diria que ela tinha os pés no chão. Ela sabia exatamente o que ia acontecer se assumisse o seu compromisso com Tan! Ela sabia que sua história não seria um conto de fadas. Diferentemente de muitos personagens por aí, ela odiava ser pobre kkkk. Isso foi uma surpresa, porque geralmente constroem esse tipo de personagem idealizados que aceitam a condição de ser pobre, que acham a vida dura, mas que não reclamam e choram por causa disso. Se eu a pudesse comparar com algum personagem já existente, a compararia com a Jenna de gossip girl. Só que numa versão menos rebelde.


Em relação aos beijos. Bom, o publico gosta de beijões? Claro e evidentemente. Não vamos ser hipócritas. Num drama desses, seria legal uma cena ou outra mais intensa.? Claro, quem não gostaria? Mas não fez falta não. E tem dramas que realmente não fazem falta. Assisti Summer Scent todinho sem nenhum beijo e é um dos melhores dramas da minha vida inteira. Claro que eu, uma pessoa que sempre reclama de tudo, vou procurar do que reclamar em TUDO, tudo mesmo. Então, sempre estarei reclamando de beijos de dramas por aí independentemente de qualquer coisa...e dessas atrizes que não abrem a boca nem pra tirar uma casquinha de uns homenzarrões desses ( tô falando no geral, antes que me condenem). Aiiigo...vou mostrar pra todas elas a melhor cena de beijo do ano em Heartless City. Vamos jogar o falso puritanismo no lixo na hora de dar um beijão, vamos? huahauahauah Até que o Minho se esforçou nesse drama huahauhauahauahauahu quem me dera tá lá pra tirar uma mega cascona dele <3' Até ela me surpreendeu um pouco, abrindo ligeiramente a boca pra beijar esse Deus grego. 




  No geral, eu classificaria The Heirs como um drama bom. Para mim, os personagens secundários foram mais cativantes que o casal principal. Claramente mais cativantes. (PARA MIM, que fique bem claro \o/). E cada personagem secundário tinha um brilho diferente, um brilho que eu gostaria que tivesse sido explorado mais, um brilho que ficou esquecido por vezes. A verdade é que não souberam aproveitar :/. É como colocar 3203515 personagens diferentes e não dar conta de todos eles. Aí quando chega no final, eles empurram qualquer coisa para acontecer com eles. Vi as pessoas surtando loucamente com o casal principal, e fazendo uma análise da minha conduta, eu sinceramente só conseguia falar da Bo Na, do Chan Yong, da mãe da Eun Sang, do Secretário e do irmão do Kim Tan. Acredito que porque a forma como o romance dos protagonistas se desenvolveu foi o mais clichê do drama todo. Eu ia até evitar falar dos clichês, porque eu não critico os clichês desse drama. Eu até evito falar de clichês porque é uma palavra banalizada e utilizada de forma errada. A própria utilização dela é um clichê. É mais como se o romance deles e a forma pela qual ele se desenvolveu não tivesse sido nenhuma surpresa. Mas não foi de todo ruim. Inovações são sempre bem vindas. Acredito que 20 episódios foi um número demasiado de episódios. Cheguei no 18 com uma sensação de 'enrolação', porque não havia mais nada para acontecer...mas então resolveram fazer com que algo surgisse. Mas poderia ter acabado ali, sinceramente falando. Como eu disse, gostei muito do Kim Tan...porque geralmente os personagens como ele é que ficam chupando o dedo no final e dessa vez o drama foi em cima do cara que sempre fica chupando o dedo; aquele que sacrifica tudo, o que é o amigo, o que é o companheiro. Eun Sang não foi de todo mal, mas confesso que gostei dela nos momentos mais terminais do drama. Ah, pela primeira vez o melhor amigo não se apaixonada pela personagem principal...achei isso iradíssimo. Glórias e louvores sejam dados. Por fim, ressaltando mais uma vez, The Heirs foi um drama bom, mas gente, por favor, está a 22065561616069131516 anos luz de ser considerado o melhor do ano '-'. Acho que só pelo fato de eu ter assistido e não ter criticado tanto, minhas amigas Luh, Ana, Alayana, Karen e Daniela estão muito, mas muito felizes. hahahaha

  
Agora o espaço abaixo é com vocês.! Espero que comentem :) Curtam nossa página no facebook AQUI. O download pode ser feito no Meteor Dramas.
Reações:
Posted by Cecília On 01:34 25 comments

25 comentários:

  1. Daniela Schroff Machado29 de dezembro de 2013 03:46

    São 03:24 da manhã e acabei de ler a sua resenha. Sono me matando, mas vamos lá!
    Primeiro de tudo, eu concordo com você, não acredito que seja um dos melhores dramas do ano, mas que foi bom... Ah, foi sim! Eu sou suspeita para falar, já que gosto demais da Shin Hye. Também acho que os papéis que ela escolhe para DRAMAS são muito parecidos ou então não a deixam explorar todo o seu talento. Quando escrevi "DRAMAS", é pelo fato de que a atuação dela em filmes, para mim, é muito mais "real" e "madura". Acho que é devido a liberdade que eles proporcionam aos nossos atores. Definitivamente, os atores secundários roubam muitas cenas... O único problema é que não foram explorados muito bem. Como você, não surtei nem um pouquinho pelo Young Do... Poxa vida, o que ele tem de demais? Foi tão cretino em suas atitudes. E não, não se justifica só pelo fato de o pai dele fazer todas aquelas maldades. Não acredito que ser uma pessoa de personalidade ruim e que maltrata os outros seja algo que se justifique pela falta de carinho ou ausência dos pais. As pessoas podem ser influenciadas pelo meio, com certeza, mas não devem justificar as suas atitudes por questões como essas. Já tô filosofando... Volta, Daniela! Hahaha! Então... Esse drama é nota 8,0 para mim. Não o favoritei de jeito nenhum, aliás, assim como você, não é uma temática que eu goste muito... Para ser sincera, eu ainda não entendo todo essa coisa mágica que as pessoas enxergam em Boys Before Flowers. É que eu prefiro dramas no estilo Coffee Prince, Lie To Me, City Hall, Can You Hear My Heart, Capital Scandal, Reply 1997, Personal Taste e por aí vai a lista... Acho que minha maior alegria foi você ter assistido a esse drama! Só senti uma coisa faltando na sua resenha, Ceci... O que sua mamis achou? Hahaha!
    Beijoca e parabéns pela crítica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani,
      eu também achei um drama bom! Se eu tivesse que atribuir uma nota, atribuiria 7!
      Então, eu não vi nenhum filme com a Shin Hye, mas estou curiosa com o próximo que será lançado..ela tem tudo para mostrar um lado antes oculto! Eu também não tive essas simpatias pelo Yong Do não... :/ A não ser, quando o drama já estava por terminar. Ah, eu curto BBF *o* Eu comecei pela versão japonesa, mas desisti porque achei muito ruim..e fui pra BBF e me apaixonei demais! Gosto de protagonistas como a Jan Di.
      Realmente esqueci de dizer o que minha momis achou..ela tb achou o drama bom! Ela foi minha grande incentivadora para começar...pra continuar, ambas quisemos. Só, que ao contrário de mim, ela gostou mais da mãe da Eun Sang..e em segundo luga, do secretário :)) Mas, nós duas...não achamos o drama de todo ruim, pois tem aspectos bem bacanas como os citados ao longo da resenha! Super beijo, Dani!

      Excluir
  2. Oi Cecilinda,
    Infelizmente não vi o drama e nem sei se chegarei a ver, mas achei muito legal ver vc vencendo seus preconceitos e assistindo um drama que vc tinha quase certeza que não ia gostar. Eu realmente gosto das suas resenhas pq vc não fica naquele "é maravilhoso pq sim" ou "é uma bosta pq sim". Saber construir criticas e reconhecer pontos fortes tanto quanto os pontos fracos de um trabalho é uma habilidade admirável.
    Nunca tive nada contra a temática do drama e se possível ainda verei (se a sua lista de dramas maravilhosos me deixar RSRS)
    Ps: vamos fazer um movimento contra atrizes que parecem bonecas de cera na hora de beijar~~~movimento 'aproveita o bofe colega' :'D sem contar as que beijam de olho aberto pra mostrar como são puras ~~~oh god U_U

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, você me conhece e sabe desses meus preconceitos...nem acreditei quando comecei! O mundo parou totalmente! hahahahahahahaha Mas se vc tiver a a oportunidade, veja o drama, porque não é tempo perdido não.
      Obrigada pela sua presença, Muriel! ;*

      Excluir
  3. oieee
    adorei sua resenha...
    realmente não é um dos melhores dramas do ano, mas me surpreendeu, pensei q por ter tanto ator bom, eles iriam deixar de lado o enredo, e iria ter uma historia ruim, por isso q eu acho q foi muito bom. porq acho que eles não teriam a obrigação de fazer uma historia genial porq o pessoal iria assistir do mesmo jeito.
    SIMMMMMM penso a mesma coisa dos personagens secundários, sério, foram os melhores, adorei a atuação do hyunsik, e morria de rir com ele... personagem apaixonante, eu sempre esperava ansiosa para ver as cenas dele, KRISTAL E MINHYUK gente... que casal fofo mesmo, concordei com tudo que vc disse o/... as melhores cenas... comecei a shippar eles depois desse drama kkkkk
    penso a mesma coisa sobre a Shin Hye, foi a personagem q menos me chamou atenção, por causa da atuação, ela foi muito sem sal, sempre a mesma coisa, e com todos aqueles atores bons ao redor dela, ela ficou muito apagada, também acho q ela deve extravasar, acho q ela conseguiria fazer algo bem melhor.
    só não concordei com o q vc disse sobre o Young-Do, kkkk SIMMMMMMMM sou a favor dos badboys... ADOROOO, não que eu não goste dos fofos q nem o kim tan, mas badboy me chama muito mais atenção... questão de gosto, como vc mesma disse.... mas quando ele tinha cenas com ela mostrando do jeito dele q gostava dela.. MINHA NOSSA morria...quase chorei vendo tantos foras que ele levou... dava vontade de falar " vem cah que eu te dou um colo..." kkkkkkkk
    bom é isso...que bom q vc conseguiu vencer o preconceito e ver o drama.. o/ não foi um dos piores neh...;D
    BJoO

    ResponderExcluir
  4. Muito boa sua resenha,eu passei mais ou menos pelo mesmo que vc em relação a esse drama,como no face fizeram um alvoroço tão grande por conta do elenco antes da estreia,que fiquei com medo de criar expectativa e me decepcionar,comecei a assistir com um certo medo,mas apesar do drama não ser "assim uma Brastemp" ,eu até gostei,não acho parecido com BBF de jeito nenhum, e achei que fizeram o Yong Do nos primeiros episódios caricato de propósito,para ficar mesmo parecido com o Gun Jun Pyo, para ter uma comparação e elevar a audiência do drama, pra mim, desnecessário.Mas apesar dos pesares, eu curti do começo ao fim, mas achei o casal principal sem química,e sim torci pelo Yong Do desde o primeiro capitulo,amei ele,deu uma vontade louca de pegar no colo e adotar esse "rebelde sem causa",apesar dele ser feio como o capeta,ele me conquistou,já o Kim Tan mesmo lindo, rico e bom moço,não me cativou, Lee Min Ho não foi feliz nesse drama, não consegui ver ele com adolescente depois de ver ele em Faith,não combina, não tem carinha de 18 anos, ficou forçado demais, além do que, arrumaram um par romântico muuuuuuuuuuuuuito sem sal pra ele né,eu gosto da Shin Hye, mas não deu liga com o Lee Min Ho,e acho que não tava vingando mesmo ,tanto que fizeram ate uma cena "mais ousada "pra eles e ela FINALMENTE fechou os olhos e retribuiu(ou tentou) o beijo.Minhas amigas e eu ainda brincamos antes do drama estrear ,será que o Lee Min Ho ensina ela a beijar? E quando saiu essa cena imagina a euforia e comentários na rodinha,kkkk.Amei os personagens secundários,e o casal do drama foi mesmo Bo Na e Chan-Young, quanta fofura^^,Odiei o Kim Won ,achei ele chato, invejoso e covarde .Mas enfim o drama é bom,diria que leva aí uma nota 7.Estou adorando seus textos, continue escrevendo tão bem assim e nos alegrando^^

    ResponderExcluir
  5. Menina me surpreedi, mas você conseguiu pegar perfeitamente a essência da história, essa critica que a escrito fez ao sistema coreano, essa pressão que eles fazem ao jovens e como isso influencia na vida deles. Eu também não considero o melhor do ano, mas com certeza vou o que eu mais surtei, exatamente pela quantidade estrondosa de personagens cativantes, engraçados e fofos.
    E finalmente alguém pensa o mesmo que do Young Doo, como eu digo, o que a Eun Sang disse sobre ele pegar pesado, maltratar e humilhar não é uma maneira de demonstrar o amor e jamais um garota vai aceitá-lo dessa forma, essa mania que os dramas e comédia-românticas tem que insistir nesse esteriótipo já está batida, e isso que Heirs quis mostrar.
    Já o Kim Won com a professorinha... tive meus prós e contras, concordo com tudo que você escreveu, mas desde o início ficou claro que eles não poderiam acabar juntos, pois o Won nunca se colocou no lugar dela a fim de assumir o relacionamento...
    emfim, amei Heirs com todo esse coraçãozinho aqui, e fico feliz que você tenha gostado afinal :)

    ResponderExcluir
  6. Amei a resenha por que concordo com quase tudo, quase por que amei o Young Do. Não gosto de bad boys e achava que ele pegava pesado e tudo mais fato, mesmo assim não pude não me apaixonar por ele. embora concorde com a fuga do tipico cara arrogante que fica com a mocinha, não gosto por isso sempre torço para o segundo cara, e me frustro.
    Jo Myung-Soo e Young Doo amava as cenas deles kkkk' gente fofos ria muito.
    Park Hee-Nam e Madame Han, Kim Won e Yoon Jae-Ho a relação deles amava perfeita combinação amor e odio. e é claro o casal mais fofo Chan-Young e Lee Bo-Na gente amava as cenas deles geralmente não gosto dessas personagens femininas, ciumentas, que fiicam no pé mais fui totalmente capturada pela Bo Na era muito legal ve-los juntos.
    e pai dele também e os outros personagens secundarios tiveram seus momentos em meu coração.
    Enfim gostei de The Heirs não amei, mas foi um bom drama só não o dos melhores que eu vi.

    ResponderExcluir
  7. Bom como confio muito na sua opinião imagino que The Heirs não seja realmente isso tudo, é bem como Playful Kiss muita expectativa e grandes decepções, é claro que muitos gostaram mas eu to falando do que acho. A história não me convence nem se quer parece ser boa, mas ainda assim irei tentar assistir afinal como você, muitos disseram que teve bons aspectos, vamos ver o que mami acha de vermos esse drama em 2014.

    ResponderExcluir
  8. AAAAAAAAAAAMIGA CHEGUEI!

    Então Ceci, to vendo Heirs ainda né amiga, to no episódio 6 mas n]ao é que to gostando?
    Claro tem todo clichê bla bla bla
    mas o que fez eu surtar nesse drama mesmo é os atores pq QUE ELENCO, mas isso todo mundo já sabe...
    to gostando da história apesar de ser batida...
    não vou dizer que é o melhor do ano pq ainda não terminei.
    MAS concordo com número gênero e grau sua opinião sobre a Shin Hye, pq JÁ DEU! te falei isso no face e falo de novo, eu amo ela mas gente..... chega desses papeis mosca morta!
    Voc~e falou tudo no seu comentário, tudo que penso, quero que ela surpreenda a gente sambando na cara da sociedade!
    Eu acho a Shien Hye uma ótima atriz, é só os personagens dela que são os mesmos.
    E do Siwon concordo tbm, falei isso pr aalay e vcs sabem como amo o Siwon né? Ele é um divo mais chega de fazer papel de idolo kkkkkkkkkkkk revols/

    enfim, amei o post como sempre <3

    ResponderExcluir
  9. Primeiramente, belissimo post Ceci! Vc sabe que amo suas analises e gente tem um feeling muito bom pra drama!
    Eu tbm classificaria The Heirs como um drama "BOM" , mas confesso que nos primeiros episodios pensei q ele tinha uma grande possibilidade de se tornar um drama excelente...não pela estoria, mas mas pq a principio varios personagens me chamaram a atenção!
    Quais foram eles, infelizmente não foi o personagem do Min Ho, e olha q morro de amores e admiração por esse homem, tbm não foi a Shin Hye, o q nao eh surpresa , pois continuam dando o mesmo tipo de personagem pra ela. Não odeio a Shin Hye, alias gosto muito dela, mas vejo uma inseguraça tanto da parte dela como tbm de diretores de dá uma papel mais maduro e ousado pra ela....mas enfim...comecei a assistir o drama por uma curiosidade,de fato estava ansiosa pra ver o novo drama do meu Muso Min Woo, e tbm por ficar com uma pulguinha atras da orelha pra ver como seria a quimica desses dois POPULARES atores juntos...o q espera...não foi la essas coisas.... sim, stefany, mas q personagens foram esse q te chamaram muita atenção??
    - Yong Do (Woo Bin), Rachel ( Kim Ji-Won) , Kim Won ( Choi Jin-Hyuk), Lee Hyo-Shin ( Kang Ha-Neul) , e Jeon Hyun-Joo ( Lim Ju-Eun) !
    Pois bem foi esses 5 personagens q me chamou a atenção logo de inicio e esperei o desenvolvimento dos personagens q seria exatamente o q alavancaria o drama!!
    Axo q foi ate esse o problema de The Heirs! Personagens interessantes demais, e acabou q o drama n deu conta de trabalhar com todos eles!
    Young Do talvez, oq melhor foi trabalhado, mas foi visivel q toda a desenvoltura q o personagem teve na estoria foi empenho do proprio ator! O personagem conseguiu se tornar popular, estrenhamente o q vi por ai, eh q ele conseguiu chamar a atenção ate mais do q o Kim Tan! Foi graças ao Young Do q o romance da Eun Sang com o Kim Tan teve la suas emoções em ver... eu gosto do Bad Boy principalmente quando ele finge ser mal mas logo vc ver q ele tem o coraação bom! O Amadurecimento dele é o mais bacana!
    Quanto a Rachel , nossa, eu tenho essa mania de me apaixonar por víborazinhas kkkkkkkkkkkkk serio adoro aquele personagem esnobe, e alem de mesquinho axava as atitudes da Rachel as mais maduras, de todos os riquinhos ela sabia onde ela pisava e onde ela estava situada,agia de tal forma,não chegou a ser a vilã da estoria, mas puxa, essa personagem tanto a dar...olha, não sei se foi só eu, mas esperava q ela tivesse um romance com o Young Do (sim, no inicio vi uma quimica entre eles, e essa coisa de meio-irmaos q tem um romance eu adoro kkkkkkkkkk) ou entao com o Hyo-Shin ( q foi uma pena q so ficou subentendido q poderia haver algo entre eles no ultimo episodio) poderia ter explorado eles dois desde do epi 15 onde houve o beijo!

    ResponderExcluir
  10. continuação: Quanto ao Hyo-Shin foi outro personagem q deu varias aberturas para estorias interessantes, pois tinha "n" situações q fazia dele um personagem muito "rico" em situações, como os problemas familiares, o psicologico dele, e tbm a vida amorosa, pois ele tinha sentimentos pela professora Hyun-Joo...esta outra pobre, q parece ter sido esquecida em boa parte do drama!
    Nem souberam aproveitar ela com o romance Kim Won e nem do Hyo Shin...ela nasceu pra ser uma infeliz coitada T.T era um personagem forte , mas q o drama deixou de lado, e olha q essa atriz é maravilhosaa! Assisti Wild Romance e Arang and the Magistrate com ela e os personagens dela mesmo sendo secundario sempre se sobressai!
    Choi Jin-Hyuk este ator do momento não foi feliz ao fazer esse personagem , não por culpa dele, q eh um otimo ator, mas a estoria mesmo pareceu não ter rumo pro personagem dele... a priori, ele seria o irmão devil do drama, e depois de ficar esquecido mais da metade do drama, ele volta apenas como o irmao inseguro que não quer dar o braço a torcer pelo irmao ilegitimo e nem ser um brinquedinho do papai! Personagem super mal aproveitado!
    Quanto ao vilão temos mesmo o Temivel pai do Kim Tan e do Kim Woo, foi estilo mae do Jun Pyo! Ele conseguiu a infelicidade dos dois filhos! Parabens hein!!
    Kystal e Kang Min-Hyuk fizeram um dos casais mais cute cute q eu ja vi !
    Lee Bo-Na e Cha Young tiveram na linha da mesmice do inicio ao fim do drama...mas foi uma mesmice muito fofa e gostosa de se ver! arrancaram muitos suspiros de todos!! <3
    Park Hyung-Sik , parece finalmente ter se firmado na carreira de ator esse ja é o 4º drama q faz , mas foi nessse papel q ele conseguiu de fato chamar a atenção do publico como o hilario e fofissimo Myung Soo! Ele era tao adoravel q era amigo de todos os personagens! afinal nao dava pra ter raiva dele em nada neh??!
    pra quem nao sabe ele eh membro do Boy Group ZE:A!
    A dupla dinamica feita pela Madame Ha (mae do Kim Tane) e a Hee-Nam ( Mae da Eun sang) foi perfeita e cresceu a cada episodio,... foi o q o enredo melhou aproveitou! Soube arrancar ao maximo o talento dessas duas atrizes...principalmente da mae da Eun Sang q foi o personagem dignissimo! alias todos os personagens da atriz Kim Mi-Kyung são fortissimo!
    é isso...teve varios outros personagens q nao foram aproveitados como eu queria...como a Mãe da Rachel, o pai do Cha Young... foi isso q me decepcionou em The Heirs, uma estoria rica em personagens bacanas , mas q nao soube focar neles!
    e o casal principal nao conseguiu chamar minha atenção!
    Mas eh um drama q eu recomendo, pois ele tem caracteristicas q agrada 80% dos dorameiros!!
    mas q eu esperava mais...isso eu esperava...

    ResponderExcluir
  11. Vc teve quase a msm opinião que eu tive em relação ao drama, mudando a penas a opinião sobre os personagens. O Young Do e o Myung Soo na minha opinião foram os que salvaram o drama, foram os meus mais queridinhos e claro, o casal secundário. No começo eu não gostava da Bo Na, mas depois por causa do Chan Young eu comecei a gostar.
    Sobre os principais... o Kim Tan não me agradou, sei lá, o seu lado bom de mais me enchia o saco, acho que o meu negocio são os bad boys msm kkkkkk e a Eun Sang foi outra... as personagens da Shin Hye ultimamente não estão me agradando, como vc disse, esta começando a ser sempre a msm coisa... nada de novo, personagens sempre iguais. Eu queria é vê-la como uma vilã, gente se dessem uma antagonista acho que ela ia divar.
    Enfim, o drama não é td ruim, tem cenas boas e eu confesso que no final eu comecei a gostar, mas é o tipo do drama que eu não recomendaria para qualquer um, só para fãs dos atores msm.

    ResponderExcluir
  12. Eu não sei pq mais toda vez que sai um dorama onde tem um grande astro como ator principal eu pulo fora!!!! Pq geralmente não é nada do q falam ... Isso é quase certo em 70 % doas casos rsrsrs

    ResponderExcluir
  13. Não li td - só por cima, pois ainda tenho a intenção de continuar a assistir este drama, e qdo não assisto não gosto de ler spoilers, bem q suas resenhas sempre possuem poucos spoilers... Mas vamos lá... O pq droppei este drama por ora? Por q ao contrário da sua mãe, a minha mãe q é a maior fã do Min Ho q conheço em carne e osso, desistiu no 2 episódio... kkkkk... É, ela é bem mais crítica do q eu... Tipo na época de Faith, ela foi e eu desisti, achei Faith fraquinho, e foi por incentivo dela q terminei de assisti-lo, o q não me arrependi depois, assim vou usar seus argumentos para incentiva-la com The Heirs... Mais uma vez seu post foi show Ceci, brigadão...

    ResponderExcluir
  14. Desculpa... Mas eu não concordo com seu ponto de vista! Assisti The Heirs completo e tipo amei do começo ao fim! confesso que no primeiro ep não me atraiu muito, mas depois do segundo queria assistir sem parar! amei como a historia se desenrolou, rir, me emocionei e tipo... achei o melhor do ano! só não gstei muito de como a história terminou porque foi como se eles a encurtassem pra que terminasse logo. E eu acho que a Shin Hye combinou com o papel dela, porcausa desse jeito fofo choroso dela. Desculpe se eu a ofendi mas é o que eu acho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não me ofende em nada porque eu tenho a minha opinião formada a respeito! Vou continuar achando que ele está anos luz de distância de ser o melhor do ano, huahauhauahauahua anos luz mesmo. :) Cada um pode gostar do jeito que quiser, mas o lance é ter uma certa criticidade pra discernir as coisas :) E a minha opinião não vai mudar! :)

      Excluir
  15. Amiga, FINALMENTE, FINALMENTE, dps de semanas apareço aqui para comentar! Tomei coragem para ler o seu post e o da Lu. E incrivelmente AMEI seu post! Sério! Temos opiniões diferentes sobre alguns pontos, mas no geral AMEI demais! PArabéns! E de fato vc me fez mais feliz ao assistir Heirs, pq vou ser sincera, te via criticar Heirs e pensava: "Mas o que a Ceci tá falando gente, ela nem viu o drama ainda, fica se deixando levar pelo que os outros falam" E vamos falar a verdade, MTA gente analisa Heirs mto superficialmente! Tp comparando com BBF a toda hora! Pela mooor...acho que bateram a cabeça, só pode. São dramas bem diferentes e vc apontou muitissímo bem essas diferenças! Bom, vc está cansada de saber de amei mto Heirs! Foi um surto que nunca vou me esquecer! Acompanhei fielmente o drama a cada semana de exibição na Coreia, aguentei as travadas do Viki só para ver esse drama! E mto desse surto, foi conta do elenco! Já te expliquei e acho que me entende, ainda mais agora que conferiu o drama e AMOU pelo que vejo os personagens secundários. Agora imagina eu que sou fã de todos esses atores a algum tempo???! Sério, até da atriz que fez a professora namorada do Won! Tipo de todos eu já arrastava um caminhão! JinHyuk, HaNeul, WooBin, MINHYUK (CNBLUE minha querida!), Krystal f(x) - um dos únicos grupos femininos que gosto! E ainda protagonizado por dois queridos, Lee Min Ho e Park Shin Hye estão entre os mais queridos mesmo pra mim e nunca imaginei os dois como um casal! E adorei a química deles, pq sinceramente apesar de ama-los não achava que Min Ho ia ter esse feeling para uma atriz mais nova entende?! Ele sempre fica tão bem com as mais velhas!! E o pior foram tbm a interação deles nos bastidores, entrevistas e premiações! Mto fofinhos juntos! Mas enfim, eu entendo todos os seus pontos de vista e inusitadamente concordo com a maioria! A diferença é que gostei mto do casal principal! E do secundário! Young Do meu querido, vem pra mim e deixe a Eun Sang para o Kim Tan mesmo! Só conseguia pensar nisso! O que eu noto nas opiniões de várias pessoas por aí, é que muitas ainda não estavam preparadas para Heirs, não estavam preparadas para o personagem do Kim Tan? E porquê? Porque ele não foi o mocinho esteriotipado que todos estão acostumados, nem de longe lembrou o Jun Pyo, o qual se via mais no Young Do! E isso fez com que as pessoas comecem a jogar pedras em Heirs! Sobre a Shin Hye, eu adoro essa diva, tbm já sabe neh! E concordo que ela precisa escolher papeis diferentes e OMG obrigado por falar que ela não chorou tanto assim! O povo só sabe analisar isso, ninguém percebe que a personagem da Eun Sang tbm foi diferente, que tinha os pes no chao , que detestava ser pobre! VIVA! VIVA! Não foi aquela coisa idealizadora de sempre! Mas não, o pessoal só sabe falar que ela não beija bem e que só chora! Comparando com Secret e me arriscando a ser vaiada aqui, nao vejo ninguem reclamando que a atriz só chorava o drama inteiro e tinha voz dengosa demais! KKKKKKKKKKKKKKKKKK Mas vão me dizer, mas ela tinha motivos para chorar, olha quantas tragedias e injustiças a coitada sofreu! OK! Mas e a Eun Sang? Não tinha motivos? Vamos nos lembrar que ela é apenas uma jovem de 18 anos filha de uma mulher muda e sem casa para morar, apaixonada por um cara rico com um pai medonho! Mas enfim, as vezes penso que se Heirs não tivesse sido protagonizado por Min Ho (que o pessoal associa a Jun Pyo) e por Shin Hye (cuja Eun Sang lembra as demais personagens que ela ja fez) o povo teria gostado mais do drama, sei lá! Como a Daniela falou, em filmes a Shin Hye se solta mais! E acredito que ainda vamos ve-la se soltando mais em dramas e aceitando papeis diferentes.

    E agora chega neh Ceci...falei mto mas nem longe tudo o que eu queria, mas já to cansada de defender Heirs! Parece um filho que preciso ficar cuidando! A verdade é que não considero o drama um dos melhores do ano não. Mas sim, é um dos mais surtantes pra mim, só que o pessoal tem dificuldade em separar as coisas mesmo! De verdade ADOREI seu ponto, ficou incrível!

    ResponderExcluir
  16. Tipico de Drama com a Shin Hye. Ela so faz protagonista chorona U_U
    Realmente nesse tipo de drama vc acaba se apegando mais aos casai secundarios do que o princial Aigoo~

    ResponderExcluir
  17. Olha, nunca li uma resenha de dorama tão madura quanto a sua. De fato, concordei com cada linha do que você escreveu. É, praticamente, a externalização dos meus sentimentos diante de The Heirs. Eu ainda não conclui o drama, mas já li inúmeras resenhas e também não compreendia como alguém poderia amar de paixão o bad boy da história. Também não fui muito com a cara do Kin Tan, já que ele e o Young Do eram farinhas do mesmo saco. Me perdoe mundo, mas eu ainda prefiro os bons moços, como o namorado da Bo Na, que é fofo, carinhoso, bom filho, adorável e sensato. Este seria o único cara pelo qual eu surtaria na vida real. os demais passam longe de meu ideal de namorado.

    ResponderExcluir
  18. Oi Cecília...
    Das resenhas que li até agora você foi o ponto de equilíbrio, uma amou de paixão e a outra quase odiou, e você ficou no meio com pontos positivos e negativos bem balanceados.

    Não vou negar e é bem fácil saber que eu acabei amando "The Heirs", não vou discutir por que acredito mesmo que gosto não se discute e como você mesma disse cada um tem sua opinião e ninguém vai mudá-la por ler um comentário ou outro, e sou dessas que acharia muito chato se todo mundo gostasse exatamente das mesmas coisas, nem as pessoas que escolhemos pra ficar com a gente por uma vida não gosta das mesmas coisas que a gente né, por que então os dorameiros teria que ser assim?!

    Mas posso garantir que a maior parte do que você escreveu foi exatamente o que senti, com algumas exceções significativas já que eu amei Young Do, Kim Tan e Eun Sang...
    Ahhhhh por favor não me faça cair no seu conceito hahahahahaha...

    Enfim só queria passar por aqui já que faz um bom tempo que não escrevo nos blogs das amigas, e você está muito bem como sempre, continue heim...

    Suuuuper beijo ♥

    ResponderExcluir
  19. Oi ceeeeci! Meu deeeeeus, quanto tempo faz que não passo aqui? Tempo demais!
    Assisti Heirs esses dias e não pude deixar de buscar sua resenha sobre esse dorama pra compartilhar meus pensamentos hahahaha
    Vou comentar por partes e na ordem de seu post, mas antes gostaria de dizer que amei esse dorama, chorei, ri, me emocionei, me apaixonei por alguns personagens, mas realmente não consegui um lugarzinho na minha lista de favoritos não.
    Falando do Chan-Young e da Bo-Na, concordo demaaais. Eles são muito fofos. O jeito que o Chan-Young achava lindo todos os ataques de ciúme da Bo-Na e sempre sorria quando ela dava os faniquitos dela realmente eram de matar de fofura. E a Bo-Na, cheia de ciúme e ainda sim conseguia ser uma pessoa maravilhosa. Sem falar de como era engraçado ela achar que o Tan ainda era a fim dela kkkkkk.
    O Jae-Ho é tão eu kkkkk Ele tenta não tomar partido de ninguém, fazendo sempre o que é certo, se colocando no lugar dos outros e cendo o lado lógico e racional da situação, mesmo que isso não o favoreça. Me identifiquei demais com ele. Achei muito legal como ele conseguia ter lealdade sem ser aquela leadade cega e exarcebada que os empregados fiéis sempre têm nos doramas.
    Kim-Won. Eu comecei o dorama odiando este homem. Tão injusta e irracional a reação dele ao Tan. Ele sabia que o Tan não tinha culpa de nada, sabia que ele era doce, gentil, um bom menino, e ainda sim tratava ele daquela forma. A situação dele não era culpa do Tan mas era por causa do Tan, e por isso ele descontava no pobrezinho, o que me deixava enraivecida além da conta. Mas o Won sofreu muito na mão do Imperador do Mal também, e com o desenvolver do dorama eu fui entendendo ele e sentindo pena dele também. No fim das contas quem acabou suportando a coroa sem a amada ao lado foi o pobre Won. Aliás, senti que, ao mesmo tempo que faltou a coragem pra enfrentar o Vader, ele não lutou por maturidade. Ele sabia que largar e arriscar tudo por amor não era sábio e que nem sempre é suficiente. Ele foi realista, e eu respeito isso, mesmo me frustrando. Assim como a Hyun-Joo, que foi super realista e prática.
    Jae-Ho e Esther-Lee, ai como eu queria que tivesse dado certo. Bem feito quando ele jogou ela na parede, chamou de argamassa e rebocou a dita cuja. Ela toda arrumada e cheia de "nao me toque" merecia uma bagunçada naquele cabelo e uma borrada de batom. No caso deles o que impediu nem foi o realismo, a mulher ja era rhyca e poderosa, não precisava tomar cuidado, foi a ganância dela, querendo fortalecer o império que acabou arruinando tudo. Uma pena.
    Madame Han e Hee-Nam!!! Deeeeeus como eu amei a relação dessas duas. A Madame Han era um bebezão, e a mão da Eun Sang era tipo uma mãe pra ela também. Hilárias as cenas dessas duas. Falando da Hee-Nam, realmente, uma atuação impecável da atriz. Tudo era passado sem uma palavra sequer, com uma intensidade impressionante. Ela tinha um ar de ingenuidade, provavelmente devido a sua deficiência, mas era esperta que só. hahahaha amava quando ela chantageava a Madame.
    O Hyo-Shin tadinho, menino perfeito: bonito, inteligente, bem humorado, talentoso. E ainda sim comia o pão que o diabo amassou com aqueles pais dele. Um absurdo sem tamanho e tão real e possível.

    O PODEROSO CHEFÃO. Que homem desprezível. Confesso que dei pulinhos de alegria quando deu zigzeira nele e ele quase bate as botas. Só torci pra ele acordar quando vi que ia dar merda se morresse.Tive um resquicício de empatia quando mostrou a cena dele se refreando de abraçar o Tan por causa do Won, mas logo passou. Pra mim ele foi um ser incapaz de demonstrar qualquer tipo de afeição e respeito pelos sentimentos dos seus entes "queridos".

    continua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Young Do! Ai, o que dizer do Young-Do. Me apaixonei completamente por esse personagem. O jeito fofo que ele falava as palavras, as frases irônicas, sarcásticas, engraçadas, sem contar que as frases mais realistas realmente eram dele. Ai aquele sorrizinho besta e debochado que ele tinha ao falar, a expressão de raiva reprimida e confusão quando ele começou a sentir coisas novas, a fixação dele por ramen, a reação dele ao comer comida caseira feita pela mãe da Eun Sang... Achei a atuação dele MUITO FODA. Eu não culpo o bichinho nem um pouco pelas babaquices dele, afinal pra um menino que cresceu com um pai que ensinou a ele que não se deve jogar limpo ele saiu um cara bem bacana, no fundo ele fingia ser bad boy mas era um bom menino. No final das contas ele sempre estava lá pra ajudar quando a barra pesava. Não dá pra resistir a um cara que muda tanto por causa do amor, eu queria levar ele pra casa e cuidar dele. Só não consigo engolir o fato dele não ter achado a mãe dele por todo esse tempo se ela tinha uma loja e tava na Córeia, sendo que achou a Eun Sang rapidinho, maaaaaas coisas de dorama.

      Yoo Ra Ae, a menina mimada, bitch, mas sem vocação nem talento nenhum pra vilã. Ela só era aquele ser egoísta e incoveniente mas que hora nenhuma representou um impecilho pra o casal,a lém disso ela tinha os dramas e problemas dela. Só realmente queria ver uma expressão naquele rosto apático dela.

      Tan... aaaah Tan. Menino bom, gentil, dedicado, fofo, mas acima de tudo um menino. Ele não se colocava no lugar da Eun Sang hora nenhuma, simplesmente queria que ela confiasse nele, se arriscasse e jogasse tudo pra cima sem perceber que ele na verdade não corria risco nenhum, diferentemente dela. Ela realmente podia perder tudo. Gostei do fato dele ter tido bolas pra enfrentar o Lord Vader e ter sido honesto com seus sentimentos desde o início. O que eu acho que ficou meio falho foi que todo momento é dito que o Tan era o bad boy do colégio, que ele que começou o Bullying, que ele era o fodão, mas isso simplesmente não encaixava no personagem dele. Não explicaram como ele virou esse anjo ou porque ele era aquele escroto. Parecia que o Tan que eles falavam era outra pessoa.

      E QUE CABELO FOI ESSE, PRODUÇÃO? por um mundo aonde o Lee Min Ho seja proibido de ter cabelo de poodle (BBF) ou de cuia desbotada. Quero o cabelo de Personal Taste nele pra sempre.

      Eun Sang. Ai gente, eu me canso tanto desse negócio da menina ser ameaçada e fugir sem contar pro boy magya a treta toda. Isso acontece em todos os filmes, vamos aprender a dividir com o boff que as coisas ficam mais fáceis. Gostei da amizade que se desenvolveu com a Bo-Na e com o Young-Do. Gostei muito também que o melhor amigo continuou sendo isso mesmo, um melhor amigo. Quando ele apareceu lá nos EUA eu fiquei logo com medo daquele clichê enfadonho.

      O QUE FOI AQUELE BEIJO NA DISPENSAAAAA? MININA, aquele me pegou de surpresa. Já estava acostumada com aqueles selinhos sem graça e a indignação da personagem com um simples beijo na bochecha. Ai BAAANG, ele jogou ela na prateleira e chamou de produto! hahahaha Agora sério, quando vão parar com essa palhaçada de beijo na bochecha deixar a menina com cara de que viu o Belzebú vestido de coelhinho da pascoa? É um pudor ridiculo. Sem contar nas cenas de beijo(selinhos) que eles ficam 30segundos parados na mesma posição, o cara de olhos fechados e a menina com os olhos esbugalhados parecendo que vão cair da cara, com os braços caidos ao lado do corpo, parecendo um cadaver. 30 SEGUNDOS SEM SAIR DO LUGAR, mostrando a cena de varios angulos, pra que isso, meu tio?

      Excluir
  20. Uma coisa que reparei foi na cena classica Lee Min Ho: andadinha dramática. kkkkkk todo dorama tem isso. Ele ta parado, a camera mostra varios angulos, depois mostra ele andando dramaticamente, em varios angulos. Porqueee? E qual a tara que eles tem por dar puxões nas pessoas? puxa pra beijar, puxa pra abraçar, puxa pra falar. puxar dói, minha gente.

    Veash, quase uma resenha esse comentário kkkkk não era pra ficar tão grande não :P
    Beijos Ceci!
    Volto em breve pra escolher outro dorama :)

    ResponderExcluir
  21. Eu to meio atrasada, mas vou comentar mesmo assim. Ao contrário de vc, o personagem que mais me cativou depois do Kim Won foi o Young-Do. Concordo com o ponto que a criação não interfere 100% no caráter do homem, mas vamos lá, desde criança o menino escutou do pai, que não importava COMO ele ganhasse desde que GANHASSE. Kim Won, foi o que mais me conquistou, sem nenhum motivo aparente. Acho que foi o jeito que ele interpretou o personagem, que me fez pensar: "Se eu estivesse em seu lugar, o que eu iria fazer?". Não concordo com o que ele fez com o Kim Tan, porém imagine isso aos seus doze anos: o seu irmão bastardo tem uma mãe biológica ao seu lado, que o ama, e apesar de não ter nascido no casamento vai receber tudo que você receber. É um pouco revoltante, se você estiver no lugar dele. O final dele, foi o que achei menos vago. Ele conseguiu a coroa, e pagou o preço caro de sustentá-la. Talvez, se ele ficasse com o amor da vida dele, ele pudesse também estar na presidência (dependendo do humor do velho).
    Adorei seu comentário.
    Assisti tantos doramas que eu n sei mais outro bom. Me recomenda um?
    Obrigada

    ResponderExcluir

Gente, o comentário de vocês é muito importante! hihi Aguardo ansiosamente pela opinião de vocês ;)

  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube