segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Sensacional. Digníssimo. Esses são alguns adjetivos que podem descrever bem o que representa este drama. Por incrível que possa parecer, é um drama que não me empolgou muito nos dois primeiros episódios. Ainda bem que eu não desisti, pois ao contrário, teria me arrependido amargamente. Vamos aos comentários? 

Sinopse: A heroína Kang Yoo Jung (Hwang Jung Eum),uma mulher otimista que está prestes a se casar com o amor de sua vida, um jovem iniciante promotor (Ahn Do Hoon) que em um dia fatídico, ele  (Ahn Do Hoon) envolve em um acidente que leva à morte de uma mulher, e Kang Yoo Jung, acreditando ingenuamente que o amor vence tudo, diz que ela foi quem cometeu o crime. Em outro lado , Jo Min Hyuk ( Ji Sung) um jovem rico que não acreditar em coisas como o amor, até que ele conhece a única mulher que muda e abre seu coração. Ele nem sequer perceber o quanto ele a ama, até que ela morre tragicamente.As histórias se encontram  e Jo Min Hyuk  acredita que Kang Yoo Jung matou a mulher que amava.A verdadeira complicação, surge quando o herói começa a cair pela mulher que ele jurou derrubar em vingança. Por que? há uma linha fina entre o amor e o ódio?
Secret sugou todas as minhas energias. Estou até agora inebriada com os sentimentos que este drama me causou. Em dramas nos quais as histórias se desenvolvem em torno da vingança, é nítido um clima de tensão, apreensão. Tudo fica na iminência de dar errado para as partes que nos interessam quase que até o fim. E às vezes, quer dizer, na maioria das vezes, não temos um final digamos "satisfatório" em dramas de vingança.  E como ter, não é? Quando a vingança nunca é o melhor caminho. Logo, os finais não podem ser de todos felizes. Porém, Secret traz um diferencial... Diante de situações difíceis, quase que impossível de assimilá-las, nos vemos machucados, guardando sentimentos negativos. E a fim de descarregar essa energia negativa, as pessoas buscam na vingança uma forma de aliviar tais sentimentos. Ao contrário do que muitos imaginam, impossível se sentir aliviado dessa forma. Tudo isso só nos leva a mais e mais tragédias...vinganças por cima de vinganças e às vezes ela atravessa gerações, havendo por fim a perpetuação do ódio. Paremos com as minhas reflexões e voltemos à Secret! este drama foi muito envolvente, você entendia o drama de cada um dos personagens, envolvendo-se e compreendendo a perspectiva de cada um. Não tive a coragem ou audácia de julgar os atos de ninguém. Simplesmente tive raiva da atitude de determinados personagens. Claro, sempre teremos raiva das atitudes dos personagens. Então, vamos seguir falando sobre alguns deles. 

Kang Yoo-Jung: Ela é o cara! A grande personagem do drama representada por uma digníssima atriz. Fantástica! Ela foi fabulosa em sua interpretação, em sua entrega para o desenvolvimento desta personagem. Filha dedicada, namorada apaixonada. Ela acreditava acima de tudo na bondade de seu amor. E acreditando que ele nunca seria corrompido, ela assumiu a culpa por um crime que jamais houvera cometido. E acreditando até o fim que ele a ajudaria, ela o amou. Amou demais. Impossível julgá-la. O seu filho foi o que a manteve viva dentro da prisão. Ele deu forças para que ele sobrevivesse. O que fazer quando aquilo que ela mais amava é arrancado de seus braços? O que fazer quando as mentiras daquele que você mais amou são expostas? Você percebia o holocausto em que a personagem vivia. Ela poderia desmoronar a qualquer momento. O eterno conflito com a dor da perda. Com a dor da "traição".O que fazer quando aquele que você mais amou lhe apunhá-la pelas costas ou quando ele é incapaz de apresentar gratidão e reconhecer todo o seu sacrifício? Nossa, eu sofri demais com o drama desta personagem. E, como se não bastasse, ela ainda deveria sofrer uma vingança que "não lhe pertencia". A cruz que essa mãe, que essa mulher, que essa filha teve de carregar foi pesadíssima. 
Nunca pensei que a Lee Ja-Young fosse ser a representatividade daquilo que podemos chamar de "amiga". Foi uma personagem que surpreendeu. Mas, é aquela velha história, gratidão gera gratidão... há aquela pessoa que anteriormente você julgava mais próxima, se revelando como personagem principal de sua queda a fim de ver cumprido a realização de seus próprios interesses. E há aquela pessoa que vem e surpreende todo mundo com a sua doce amizade. Estou falando especificamente da Lee Ja-Young, mas vale ressaltar que Yoo Jung não teria conseguido sobreviver também sem suas outras amigas de verdade. Elas foram amigas que buscaram reerguê-la e reconfortá-la. Todo esse apoio foi fundamental.

Jo Min-Hyuk: Apesar de entender completamente suas razões, Min-Hyuk talvez tenha sido o personagem "vingador" mais atípico que eu já conheci. Atípico no sentido de dependente, no sentido de estar apresentando sempre suas cartas. Eu sinceramente não entendia a forma como ele pretendia seguir com todo o seu ódio e sede de vingança de uma forma tão fútil, banal e impensada. Acontece que pra mim, ele foi o vingador, com base em todos os dramas que eu já vi, que menos se planejou, que mostrava todas as cartas que tinha, que não possuía nenhum poder sem ser por influência do pai. Ele buscou a vingança de uma forma amadora digamos assim. Talvez isso tenha sido proposital. Afinal, nem todo mundo que quer se vingar se vinga da maneira mais astuta possível. E a proposta do drama é a "transformação deste sentimento". Outra coisa que me incomodava era foto de ele não trabalhar. Ele era um Starlker muito filho da #$@% que estava em todo lugar a qualquer hora. Típico filhinho de papai que não trabalha e se sustenta pura e simplesmente com o dinheiro do mesmo. Incômodos à parte, devo dizer que muitas de suas atitudes me surpreenderam. Apesar de ser um cabeça esquentada que só dava problema, ele soube reconhecer o que havia para ser reconhecido. Ele tinha em mente qual era a única pessoa que ele deveria se ajoelhar e pedir desculpas. Ele tinha em mente também que deveria pagar seus pecados. Meus sentimentos em relação a ele foram um tanto contraditórios. Quando eu queria ter raiva dele, ele me pegava de surpresa ao ser um playboy apaixonado que, do jeito dele, mostrava seus sentimentos em constante metamorfose.Coitado, ele sentia um tanto quanto "muito" culpado e tudo que ela ansiava era descarregar todos os maus sentimentos.
Ainda bem que Min-Hyuk tinha ao seu lado o fofíssimo Choi Kwang Soo. Ele era aquele personagem tipicamente andróide. Estava ali apenas para receber ordens e cumprir cada uma delas bem direitinho, mas ainda conseguiu cativar-nos com toda a sua fofura. Eu fiquei encantadíssima com o final do personagem. Encantadíssima também, como ele conseguiu fazer parte da "família". Foi se chegando, chegando..e chegando. <3'
E quando o ódio dá espaço ao amor? Sentimentos tão antagônicos que sempre caminham juntos.  Puxando um pouco pra minha área, os cientistas afirmam que amor e ódio nascem no mesmo lugar, o que explicaria porque eles estão sempre intimamente relacionados. É como se eles fossem o verso e o reverso da mesma moeda. E o que dizer do amor que nasceu entre esses dois? O que poderia ser classicamente definido como uma uma tragédia (como se segue a referência feita na história em relação ao livro Morro dos Ventos Uivantes ~ uma senhora tragédia, por sinal, marcada pela vingança e a perpetuação do ódio) se torna na mais clássica manifestação do amor.
Esses dois escolheram amar. Escolheram dar espaço em seus corações ao amor e não ao ódio. Yoo Jung não procurou a vingança, ela simplesmente procurou a justiça. Ela não utilizou de meios perversos para conseguir "dormir em paz". Ela foi totalmente legal em sua revelação. E ela simplesmente não fraquejou. Quando eu achava que ela ia dar um passo para traz e "ressuscitar" o seu de antes (seu eu bobo e ingênuo) ela me surpreendia quando colocava os dois pés em direção ao futuro. Estes foram os grandes diferencias de Secret. Gostei do desenvolvimento e do rumo que a trama seguiu, surpreendendo-nos quase que totalmente em seu desfecho.



An Do-Hoon: O oppa Soo Bin é especialista em interpretar papéis difíceis. As suas mudanças de expressão dele me deixavam num transe e num dilema de: decifra-me ou te devoro! Esse cara tem o dom de mudar suas expressões drasticamente e nos envolver em sentimentos totalmente antagônicos. Eu sabia desde o princípio que ele ia me causar esse tipo de sensação, porque ele sempre faz isso. E, mais uma vez, não foi diferente. Ele veio com tudo nesse novo personagem. Um lobo vestido em pele de cordeiro. Aparentemente honesto, porém, ele foi facilmente corrompido pelo lado sombrio da força.
Ele traiu a mulher que ele amava e esqueceu, ou simplesmente deixou de lado, todos os princípios que um dia fizeram com que Yoo-Jung se apaixonasse por ele. Este personagem me deixava aflita, num clima de tensão eterna. Eu tinha meda do que se externava nos olhos dele, porque ele sempre é ( e foi para mim) uma incógnita. Atuação mais uma vez esplêndida, bravo, bravíssimo.
Aproveitando para falar ainda dos personagens relacionados ao Do-Hoon, temos os seus pais. Toda ruindade ele puxou da bruxa velha sua mãe. Egoísta em todos os sentidos da palavra egoísta, ela machucou Yoo-Jung da pior forma possível. Covarde e baixa. Yoo Jung nunca se rebaixaria ao seu nível.
Mas nem tudo são trevas, e Do Hoon possuía ao menos um pai digno e honrado, que mal reconhecia o próprio filho. Sua maior decepção foi vê-lo declinando em direção ao mal, em direção às grandes corporações...esquecendo totalmente o motivo pelo qual ele havia desejado ser promotor.
Shin Se-Yeon: Eu tinha um dó da Se Yeon muito grande. Claro, ela foi nojentinha. Mulheres que nunca conseguem obter o coração do homem que sempre amaram apresentam uma razão lamentável para ter ódio. E por que não tentar amarrá-lo com suas armas? Por que não tentar obtê-lo mesmo que injustamente? Ela vinha aguentando sucessivos machucados em seu coração. machucados incapazes de cicatrizar, tendo em vista que um golpe sempre vinha seguidamente de outro. Como confortar o coração dilacerado desta mulher? Min Hyuk pecou em não saber valorizá-la ao menos como mulher e amiga, procurando-a apenas tendo em vista seus próprios benefícios. Se ele tivesse reconhecido seu real valor, poderia tê-la como aliada e não como inimiga. Mas homens são um pouco cabeças de vento...nunca entenderiam o que uma mulher sofre por amor. Apesar de ajudar o oppa Soo Bin em mais um personagem extra-nojento, ela foi divina como parceira do "mal".
Eu não gosto de me estender muito, para que não corra o risco de vocês ficarem cansados com meus devaneios. Devo dizer que Secret foi um ótimo dorama. Para mim, uma pontinha apenas ficou solta, mas é totalmente dentro da normalidade dos coreanos e do que eles deixam ficar solto. Gostaria de falar de outros personagens, mas não interessa tanto dentro da grandiosidade destes que foram apresentados no post! Vale ressaltar mais uma coisa: o que foi essa OST? A OST era a representação de todos os fatos. Fora que as músicas eram lindíssimas . Para finalizar, devo dizer que enquadraria Secret dentro do TOP 5 dos melhores doramas de 2013. Cada segundo vale nitidamente a pena. Eu devorei secret do dia para a noite.O download do drama pode ser feito no Siwon Fansubs.
Espero que vocês que estão visitando o blog e leram o post até o fim comentem e falem um pouco da opinião de vocês a respeito do drama e do post. É super fácil de comentar, vocês podem selecionar o perfil anônimosem nenhum problema. Ah, curtam também a nossa página no facebook (CLIQUE AQUI). Esse é o meu primeiro post do ano e espero do fundo do meu coração que gostem! :))

Reações:
Posted by Cecília On 15:05 9 comments

9 comentários:

  1. Sua resenha foi ótima e fez jus ao melhor drama de 2013 e um dos melhores de vingança que já vi!

    ResponderExcluir
  2. ahahah secret está entre os melhores de 2013 pra mim.
    Os meus top 5 seriam:
    1_Heartless City,
    2_Secret,
    3_ Nine Time Times travel,
    4_ Reply me 1994 e claro, no quinto lugar: Master Sun.
    Secret foi um drama que me conquistou aos poucos, a cada episódio ficava mais interessante. Imagina os meus ataques de ansiedade nos últimos episódios??!!! Foi de morrer ter que esperar uma semana pra ver novo episódio. Só não gostei do final, achei que nenhuma mãe faria o que ela fez, eu se estivesse no lugar dela ia até ao fim do mundo para rever o que é meu.
    Eu não gosto muito de acompanhar os doramas aquando da sua exibição, porque acontece duas coisas:
    Ou morro de ansiedade quando o dorama é bom ou acabo por perder interesse se o dorama é mau.

    ResponderExcluir
  3. Não pretendia assistir esse drama, mas agora quero muito. Pelo que você disse os personagens são muito bem escritos, vou dar uma chance. Eu também amo uma estória de vingança, mas a maioria dos dramas de vingança que assisti não supriram minhas expectativas. Vou dar uma conferida em Secret, agora tenho essa sensação de que vou gostar.

    ResponderExcluir
  4. vou comentar no seu primeiro post do ano \o/... menina adorei, eu tbm amei esse drama, foi um grande prazer p mim juntamente com o Diego do Siwonfasubs, legendar esse drama, tbm está no meu top 5 de 2013..e qto aos personagens, não tiraria nada do que vc escreveu, eu tenho a msm opinião sobre eles. Soo Bin oppa nasceu p fazer esse tipo de drama, ele foi perfeito em ser mal, adoro isso, e teve um final apropriado p o personagem...Choi Kwang Soo, fofo, fofo, fofo...me apaixonei por ele. ótimo post.

    ResponderExcluir
  5. a cena que ela Kang Yoo-Jung mostra pro An Do-Hoon que as escolha que ele fez , deixou de ter uma familia foi show esse drama e otimoooo amei

    ResponderExcluir
  6. Bravo Ceci!!! Post maravilhoso... Secret: Um dorama q consegui juntar 5 pessoas da minha família - leigas em doramas - para assistir, e todos adoraram e não desgrudaram os olhos da televisão. E podem me colocar no time de fãs do Kwang Soo, só queria q ele ficasse com a Ja Young,mas a personagem dela era mto complexa, e achei q deveria ser mais explorada, principalmente a parte do filho dela, este seria o único defeitinho q achei neste dorama. Qdo vi a Jung Soo-Young, atriz q faz a Ja Young, pensei logo, essa atriz não vai fazer um papelzinho qualquer, pois ela é boa demais para isso, adorei o andamento do personagem dela, explica bem o teor do andamento-mudanças da história. Qdo vi q a base da história de Secret era o romance "O Morro dos Ventos Uivantes" fiquei com um pé atrás, pois me desculpem quem gostou deste romance, mas odiei esse livro, pois criei uma antipatia enorme pela Catherine, mas q bom q Secret não seguiu ao pé da letra o livro. Sobre o fim dela, como mãe, lembrei daquela história das mães q brigam por um filho, e qdo é decidido q o filho será cortado no meio, para q cada uma fique com uma parte, a mãe q realmente se importa diz q o filho pode ficar com a outra mãe, acho q esta cena se encaixa aí. Mas aí é a minha opinião, concordo com a tete, foi a melhor cena, emocionante... É isso aí, Secret é imperdível...

    ResponderExcluir
  7. Uma palavra sofrência gente amei a atriz ela realmente se entregou, eu sentia seu desespero. o Drama é realmente um drama aqui fiz minha mãe e pai ver esse drama acabaram mas viciados que eu. Um lindo drama com uma forte historia, Parece que é o drama pra ver em família foi aprovado não só por uma dorameira mas pela família toda.

    ResponderExcluir

Gente, o comentário de vocês é muito importante! hihi Aguardo ansiosamente pela opinião de vocês ;)

  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube